A terapia cognitiva foi desenvolvida por Aaron T. Beck, no inicio da década de 60, como uma psicoterapia breve, estruturada, orientada ao presente, direcionada para resolver problemas atuais e a modificar os pensamentos e os comportamentos disfuncionais (que influencia o humor e o comportamento do individuo).

É uma abordagem para diversos transtornos emocionais e problemas das fases da vida (dificuldade de relacionamentos, divórcio, luto, doenças físicas e etc.).