Os transtornos alimentares resultam da obsessão para obter um corpo perfeito, pelo medo exagerado de engordar e seus pensamentos giram constantemente em torno dos alimentos que comem. Ocorrem porque a idéia de magreza está associada ao prestígio, beleza ou aceitação social.Geralmente surge na adolescência e as mulheres são as que mais sofrem pois se comparam as modelos de passarelas e revistas.

Anorexia é a perda de peso exagerado através de dietas severas e uma grande distorção na imagem corporal. O medo de engordar e sua auto percepção ao se vê gorda, a faz se privar cada vez mais de determinados alimentos. Ocorre a desnutrição e os órgãos param de funcionar e este quadro poderá ir a óbito se não houver uma equipe multidisciplinar acompanhado tal transtorno.

Bulimia - Episódios de descontrole, onde há uma urgência de comer em grande quantidade seguida por arrependimento e utilização de métodos compensatórios, como o vômito forçado ou a ingestão de remédios. O acometido passa a ter déficits vitamínicos por não deixar nenhuma comida em seu corpo além de ter sangramento devido ao vômito constante.

TCAP- Transtorno de a Compulsão Alimentar Periódica são episódios de compulsão alimentar nos quais a pessoa ingere grandes quantidades de alimentos, geralmente parando só quando há sensação de desconforto corporal por estar abarrotado. Diferente da bulimia, nesse transtorno a pessoa não usa métodos compensatórios, deixando-a obesa e trazendo sérios riscos à saúde.

TOC - Transtorno Obsessivo compulsivos por alimentos são pensamentos involuntários e recorrente e o ritual para se livrar deste pensamentos,idéias ou imagens e diminuir a ansiedade é comer sendo uma forma disfuncional de neutralizar as obsessões.

Transtorno de Ruminação - É a remastigação

ou regurgitação do alimento de forma repetida e ocorre na primeira infância. Essa condição é psicológica quando não pode ser explicada por nenhuma condição médica. As conseqüências podem ser desidratação, desnutrição, perda excessiva de peso e, em casos graves pode levar a óbito,

Vigorexia é um transtorno caracterizado pela insatisfação constante com a forma, força e vigor do corpo, levando a prática exaustiva de exercícios físicos, dietas radicais e uso abusivo de esteróides anabolizantes e outras drogas. Mostra-se um transtorno grave que pede atenção, pois pode ter sérias conseqüências à saúde.

Hipergafia -Comportamento compensatório de comer excessivamente. Um trauma faz com que o indivíduo tenha um episódio de compulsão alimentar extremo, como que para aliviar a dor do trauma. Porém isso a razão pelo aumento repentino de peso, influenciando na auto-imagem, auto-estima, autoconfiança e, claro, na saúde do acometido.

Ortorexia - É uma fixação pela qualidade dos alimentos ingeridos e pureza da dieta. Na Ortorexia Nervosa, consome-se exclusivamente alimento que venha de agricultura ecológica, livre de qualquer “alteração”, como componentes transgênicos, artificiais, pesticidas, herbicidas, corantes, açúcar, sal e etc. Muitas vezes até a forma de preparar o alimento e as ferramentas utilizadas são alvos de excessiva preocupação. É perigoso pois pode levar o indivíduo a grandes jejuns quando fora de casa e um sério isolamento social devido a práticas muito rigorosas.

Sindrome do Gourmet - Pessoas que sofrem dessa síndrome vivem preocupadas com a preparação, compra, apresentação e ingestão de pratos especiais, diferentes e e/ou exóticos. Causa afastamento, isolamento social e dependendo da alimentação escolhida pode causar déficit vitamínico.

Síndrome de PICA é o impulso de se alimentar de coisas não nutritivas ou que não são socialmente aceitas em sua cultura. Esse transtorno pode causar déficits vitamínicos além de poder causar uma intoxicação ou haver necessidade de cirurgia para limpar os órgãos internos. Os riscos são altos.

Síndrome de Prader-Willi - Mais comum em crianças, é a necessidade involuntária de comer constantemente. Faz com que, mesmo sem perceber, sempre esteja com algo na boca, mastigando. Acarreta problemas de saúde, obesidade e cardíacos.

Transtorno de Alimentar Noturno - Comportamento alimentar excessivo durante a noite, mesmo em estado de sonambulismo. Costumam ser pessoas que fazem algum tipo de regime alimentar em sua rotina. Além dos prejuízos alimentares, há também uma preocupação com o estado psicológico do paciente, que começa a sentir que perdeu o controle de si mesmo.

Permarexia - Distúrbio do comportamento alimentar que consiste numa preocupação obsessiva com o valor calórico dos alimentos, o que leva a pessoa a fazer permanentemente dieta sem acompanhamento médico.

Drunkorexia: Alcoolismo e Anorexia

A drunkorexia é um transtorno alimentar que combina dois riscos para a saúde: anorexia e o alcoolismo. A denominação provém do termo inglês drunk (embriaguez) e do sufixo orexia (apetite).Basicamente, a drunkorexia é não comer ou realizar ações purgatórias para compensar as calorias ingeridas pelo consumo de bebidas alcoólicas e assim evitar o ganho de peso causado pelo álcool. Esse transtorno ocorre principalmente em mulheres jovens, que justamente são as que mais se preocupam em emagrecer. (Ainda não reconhecida pela OMS

Transtornos alimentares são quadros graves? Tem cura? Sim, são transtornos sérios, crônicos, que comprometem uma série de aspectos da vida do paciente, trazendo várias conseqüências à saúde e podendo até levar ao óbito em casos mais sérios (a anorexia é a doença psiquiátrica com a mais alta mortalidade).

Estes transtornos exigem tratamento com uma equipe multiprofissional e em estágios mais avançados pode ser necessária uma internação prolongada, onde a pessoa reaprenda a comer, seja medicado de acordo com a avaliação psiquiátrica; mas são quadros tratáveis e que podem ter recuperação total. O tratamento destes quadros é, em geral, de longo prazo.